Home Internacional League of Legends | Após as derrotas do primeiro dia, Team oNe...

League of Legends | Após as derrotas do primeiro dia, Team oNe se recupera e se mantém ‘Vivaça’ no Mundial

46
0
Team se recupera e avança no Mundial

Team oNe vive no mundial

A Team oNe ia passando por partidas difíceis e consecutivas derrotas. Foi sofrido, especialmente para os fãs brasileiros que escolhiam ficar acordados de madrugada para assistir aos jogos da equipe na fase de grupos. Mas, após a segunda derrota contra Cloud9, a Team oNe reagiu, forçou um empate contra a Dire Wolves e continua ‘Vivaça’ no Mundial de League of Legends.

Team oNe x Cloud9

O segundo dia começou catastrófico para a Team oNe. Os brasileiros perderam feio mais uma vez para a C9. No jogo, os brasileiros apareceram com um draft melhor, colocando Elise nas mãos de Alanderson “4Lan” Meireles e garantindo Xayah para Luis “Absolut”Felipe Carvalho. No meio, João “Marf”Piola entrou no lugar de Bruno “Brucer”Pereira e escolheu Taliyah, enquanto Alvaro “VVvert” Miguel foi de Shen e Ygor “RedBert” Freitas, de Alistar.

Porém tudo desandou por causa da afobação no early game. Dois ganks muito mal executados pela Team oNe resultaram em 4lan e Marf morrendo duas vezes e acabaram dando muita força para Nicolaj “Jensen” Jensen de Ryze e Juan “Contractz”Garcia de Sejuani. Daí para frente, a Cloud9 manteve a pressão nos brasileiros, que ainda tentaram alguns ganks e invades, mas falharam miseravelmente. Com todas as suas reações sendo anuladas, Team oNe não teve outra opção além de ver sua base ser destruída e o jogo ser encerrado aos 22 minutos com o placar de 14 a 0. Um completo Stomp.

Team oNe x Dire Wolves

No segundo jogo porém veio a reação. Contra a Dire Wolves, os golden boys mostraram um draft sólido.Com Galio para VVvert, Sejuani para 4Lan, a famosa Cassiopeia de Marf, uma poderosa Tristana para Absolut e Braum para Redbert. Apesar de começar um pouco atrás na partida, a equipe brasileira conseguiu manter-se calma na partida e cresceu aos poucos até o mid-game, quando a Tristana de Absolut começou a fazer estrago e carregou o time para a vitória e garantiu uma partida de desempate contra os australianos.

De Galio, VVvert segurou o topo e construiu uma build de tanque que foi essencial em teamfights, protegendo companheiros com sua ultimate. Na frontline, 4Lan acertou diversos ultimates para iniciar teamfights e proteger a Tristana de Absolut, que ficou no fundo causando um dano enorme ou realizando um rápido split push. De Cassiopeia, Marf conseguiu abates importantes em trocas que pareciam perdidas, enquanto Redbert mostrou um reflexo absurdo para proteger seus companheiros com o escudo do Braum.

Se liga nessa jogada linda do VVert nessa partida:

Finalmente chegando à partida de desempate, a Team oNe voltou a mostrar um draft convincente – principalmente com o confortável Olaf de 4Lan e Camille para VVvert. Mais uma vez, o início do jogo pareceu um pouco assustador para os brasileiros, mas logo a equipe conseguiu encontrar seu ritmo. Marf ajudou bastante a rota inferior – o lado fraco da Dire Wolves -, enquanto 4Lan farmava com seu Olaf para crescer o suficiente para entrar de cabeça em teamfights.

Novamente de Tristana, Absolut destruiu os adversários da backline enquanto era protegido pelo Alistar de RedBert. Já VVvert fez um split-push mais do que eficiente com sua Camille, conseguindo manter o Rumble adversário bem acuado. Com trocas inteligentes e muita confiança, a Team oNe conquistou sua permanência no torneio ao encerrar a partida com o placar de 17 a 10 aos 29 minutos.

Resultados gerais

Confira a classificação para a MD5 dos grupos A e B:

Grupo A

Time V – D
Team WE 4 – 0
Lyon Gaming 2 – 2
Gambit.CIS 0 – 4

O destaque fica para a chinesa Team WE, que saiu atropelando e invicta no grupo A.

Grupo B

Time V – D
Cloud9 4 – 0
Team oNe 2 – 3
Dire Wolves 1 – 4

Destaque para a norte americana Cloud9, também invicta nesse grupo.

Agora, a Team oNe aguarda seu futuro oponente na segunda rodada da competição. O sorteio será feito na quarta-feira (27), após o fim dos confrontos dos Grupos C e D em 25 e 26 de setembro. Vale lembrar que as séries serão jogadas em formato Melhor de 5 entre o primeiro lugar de cada grupo e o segundo lugar de um grupo diferente, isto é, a equipe brasileira não tem mais chance de enfrentar a Cloud9.