A ABCDE – Associação Brasileira de Clubes de eSports em comunicado oficial destitui em definitivo Lucas Almeida, sócio-diretor da INTZ da presidência da associação. A decisão foi tomada após a confirmação de aliciamento do jogador Gustavo “Sacyr” Rossi (Red Canids). O novo presidente assume de imediato, Carlos Fonseca do CNB eSports Club.

Lucas Almeida já se encontrava afastado após comunicado da Riot sobre as investigações, a decisão foi votada por todos os clubes membros da ABCDE.

 

Lucas acusou Gustavo “Sacyr” Rossi de ter gravado conversa durante a visita a INTZ. O diretor da INTZ comunicou através das redes sociais sua versão do ocorrido, antes mesmo do posição oficial da Riot, em seus dizeres declara que nem seu sócio Rogério Rodrigues ou o reserva Luan “SnK” Almeida teriam feito qualquer proposta a Sacyr durante sua visita a INTZ em São Paulo.

Lucas e Rogério foram punidos com 300 dias corridos de suspensão, impedidos assim de frequentar qualquer campeonato organizado pela Riot durante o prazo. Luan “SnK” também fica impedido na primeira metade do CBLoL, além de multa da 5 mil reais devidas pela INTZ.

A notícia chega como um presente de natal macabro, abalando profundamente a INTZ e sua posição no cenário competitivo.

Veja o comunicado da ABCDE 

Uma vez tomada a decisão da Riot Games em punir o INTZ eSports Club pelo caso do atleta Gustavo “Sacyr” Rossi, a Associação Brasileira de Clubes de eSports (ABCDE) informa que, em comum acordo de todos os membros associados, o Sr. Lucas Almeida foi destituído definitivamente do cargo de presidente, conforme previsto no Estatuto Social da Associação Brasileira de Clubes de eSports.

Então vice-presidente, o Sr. Carlos Fonseca, do CNB eSports Club, assume como novo presidente. Em próxima assembleia, será votado o novo vice entre os diretores dos clubes associados.

É preciso ressaltar que, tão logo o “caso Sacyr” começou a ser investigado pela Riot, a ABCDE abriu um processo disciplinar para alcançar a solução anunciada, reforçando a transparência e o fomento ao desenvolvimento do segmento. Desde a fundação, entre nossos pilares, está a premissa de aumentar a união dos clubes. Consequentemente, torna-se necessário tomar atitudes em casos que possam interferir nesta ideia. A decisão foi votada e acatada por todos os clubes, que seguem juntos e fortes no processo de evolução dos esportes eletrônicos no Brasil. Estamos certos de que os diversos projetos para 2017 contarão com plena colaboração de todos e serão bem sucedidos.

Para questões de aliciamento que envolvam atletas da modalidade de League of Legends, a ABCDE deixará a cargo da Riot Games as investigações e as possíveis punições aos envolvidos, sempre atuando de forma conjunta e colaborando para que o processo seja realizado da melhor forma. ABCDE e Riot Games, caminhando lado a lado e de forma aberta e transparente, só colabora para que clubes, jogadores e desenvolvedora estejam satisfeitos. As regras devem ser idealmente objetivas – e, principalmente, cumpridas por todas as partes.

Outro ponto importante é reafirmar que a ABCDE trata as situações de forma igualitária para todos os membros, sejam fundadores ou afiliados, e continua trabalhando pela eficiência da administração dos clubes e também pela boa relação entre os mesmos. O voto da maioria sempre permeará nossas atitudes que, por conta disto, são realizadas da forma mais democrática possível.

Na última quarta-feira (21), a Red Canids anunciou sua decisão de desligar-se da associação por “incompatibilidade de ideologias”, o que ainda não está claro para a ABCDE, uma vez que não há dúvidas de que o objetivo geral é manter um ambiente profissional, saudável, regulado e cada vez mais produtivo. O diálogo com a Red Canids segue aberto para a melhor compreensão dos fatos e há a esperança de que as expectativas do clube e da associação possam se convergir novamente no futuro.

Atualmente formada por Big Gods, CNB eSports, INTZ eSports, KaBuM! eSports, Keyd Stars, Operation Kino, paiN Gaming, ProGaming eSports e Remo Brave, a ABCDE mantém-se aberta para todos os jogadores e clubes de esportes eletrônicos do Brasil que necessitem de auxílio ou que queiram ajudar no crescimento e fortalecimento do cenário.

Associação Brasileira de Clubes de eSports (ABCDE)