As semifinais do CBlol 2017, que ocorreram nos dias 19/08 (sáb.) e 20/08 (dom.) foram emocionantes e cheias de reviravoltas para os espectadores, já que as duas equipes favoritas, INTZ e Red Canids  foram derrotadas, e a final será entre Team One e Pain Gaming.

Dia 1: Pain x INTZ

Pain x INTZ

Devido a seu desempenho discreto na fase de grupos e estando “desacreditada”, a Pain Gaming aparentava não ter grandes chances contra a INTZ, porém evoluiu muito na reta final.

A INTZ dominou o primeiro jogo da melhor de 5, com dois abates e três torres no early game, além de um Arauto. Depois finalizou com um baron e o inibidor do topo, emplacando um 6 a 0 em abates contra a Pain.

O segundo round começou bem mais equilibrado. A Pain, convicta em evitar o atropelo do primeiro jogo, garantiu o First Blood aos 4 minutos e uma boa teamfight aos 18 minutos, com cinco abates seguidos. Por último, com um dragão ancião e um baron, o ataque final decisivo com o primeiro Pentakill do ano do cblol, do atirador Pedro “Matsukaze” Gama.

Os últimos dois jogos foram muito acirrados, mas a Pain se manteve superior nas teamfights e soube aproveitá-las para garantir dragões e barões, ganhando as duas partidas que precisava e garantindo-se na final

Placar : Pain 3 x INTZ 2

 

Dia 2: Team One x Red Canids

Team One comemora a vitória contra a Red Canids nas semifinais.

O segundo split do CBLoL 2017 é histórico para a Team One. Estreando na competição, a equipe surpreendeu a todos e eliminou a favorita e atual campeã Red Canids na semifinal. Com isso, a T1 fará a final da competição em seu primeiro split como participante.

Contando com grande atuação coletiva, os Golden Boys saíram atrás no placar, mas venceram na segunda, terceira e quinta partida.

No primeiro jogo da série, a Red utilizou Rúben “rhuckz” Barbosa e Gustavo “SacyR” Rossi na rota de baixo. A Matilha dominou a T1 e não deu muitas chances ao adversário. Depois de conseguir o first blood, Leonardo “Robo” Souza e seus companheiros foram contabilizando torres e abates. Do outro lado, os Golden Boys tentaram responder com um Dragão do Oceano.

Aos 22 minutos, a Red levou o primeiro inibidor, no topo. Três minutos depois, a Matilha levou o inibidor da rota inferior e puxou a partida para o final, fechando o duelo aos 25 minutos e com 17 mil de ouro de vantagem.

Já no segundo duelo, a Red começou dominando, mas a T1 não se deu por vencida. Robo conseguiu um novo first blood e a Matilha pegou a maioria dos abates iniciais. Jogando uma partida bem superior a primeira da série e contando com um excelente Corki de Bruno “Brucer” Pereira, a T1 conseguiu a virada após conseguir um Baron aos 25 minutos.

Aos 31, Luis Felipe “Absolut” Carvalho comandou a invasão a base inimiga e decretou o empate na série.

Na última e decisiva partida, melhor para a T1. Os Golden Boys não se deixaram levar pela quantidade alta de abates conquistadas pela Red no início e se concentraram em assegurar torres e dois Dragões Infernais.

Mesmo atrás nos abates, a T1 se manteve firme no ouro e foi vencendo aos poucos nas lutas de equipe. Quando o placar marcava 29 minutos, a equipe estava apenas um ponto atrás nos abates.

Aos 35, a T1 finalmente foi apta a levar o quinto mapa, fechar a série em 3-2 e se garantir em sua primeira final de CBLoL

Placar : Team One 3 x Red Canids 2

 

Agora a final do CBLoL séra Pain Gaming contra Team One, no dia 2 de setembro, no Mineirinho, em Belo Horizonte. Quem vencer representará o Brasil no Mundial, que começa no fim de setembro, na China.